Dicas para combinar cores na decoração

Colaboradores: Elaine Gonzalez e Viviane Gobbato

Fotos: Kelly Paciulo e Mariana Orsi

Quando as cores de um ambiente estão em harmonia, a gente se sente abraçado. E esse abraço muda nosso humor. Na sua casa você também sente isso? Têm lugares que nos deixam tranquilos, felizes, alegres. E essa é a principal função das combinações de cores no nosso dia a dia, né?

Colorir requer uma sensibilidade tão sutil, mas muda tanto o nosso astral. É como se num passe de mágica a gente conseguisse mudar, vestir e inovar, porque estamos conectados com um momento que é naturalmente ligado a transformações, seja de uma parede ou de uma casa toda.

E a gente sabe por experiência própria: experimentar combinações de cores diferentes, pensando sempre em novas possibilidades para colorir, é mais fácil do que parece. Um exemplo disso é o Círculo Cromático para pintar. Sabe quando você fica com medo de errar antes de começar a decorar? Nessas horas, navegar por um universo de possibilidades que as paletas de cores têm para nos oferecer é o primeiro passo para ganhar confiança e se sentir mais leve pra deixar a criatividade fluir.

O Círculo Cromático tem esse nome diferente, né? Mas ele passa longe de ser algo difícil. Na verdade, ele funciona como um guia que facilita a nossa escolha de cores para um determinado ambiente. Ou seja, se você for pintar paredes, móveis ou até mesmo objetos de design, pode contar com esse guia prático para escolher as melhores cores - e tintas também. O Círculo tem 12 cores, que são colocadas lado a lado, de acordo com suas tonalidades.

Quando olhamos para as cores do Círculo, percebemos os tons que são mais agradáveis ao nosso olhar, e é isso que facilita a escolha de cor. Simples assim. Segundo Marc Chagal, “todas as cores são amigas das suas vizinha e amantes de seus opostos”.

As principais combinações são: monocromáticas, análogas, tríades e complementares. E, quando falamos do grupo complementar, vale combinar cores frias e quentes também. Mas a gente gosta de mostrar alguns exemplos pra ver como ficam essas combinações de cores para quartos, salas e paredes. Vamos olhar juntos?

Fotos do instagram da arquiteta Viviane Gobbato
Tríade - verde azul e laranja
Monocromática - tons de verde
Análoga - amarelo, verde e laranja
Complementar - laranja e azul

Agora que já vimos as combinações, vamos às dicas. Para a arquiteta Elaine Gonzalez, juntar cores análogas - escolhendo uma cor primária - com um tom abaixo (ou acima) é uma boa ideia para criar combinações harmônicas. Dessa forma, você pode pintar uma das paredes com a cor principal, e as outras com tons mais claros, por exemplo.

“Os mais ousados podem escolher cores que se encontram em lados opostos do círculo, trabalhando com paleta quente e fria. Ou ainda combinar três cores que possuam a mesma distância entre si, formando um triângulo (Ex. amarelo, azul e vermelho).“ diz Elaine.

Destaque para uma das paredes
Projeto: Elaine Gonzalez
Foto: Kelly Paciulo
Combinação Tríade (azul, amarelo e vermelho)
Foto: Viviane Gobbato

A combinação monocromática é uma das nossas preferidas. Esse estilo é a ideia favorita de quem ama ambientes sofisticados e elegantes. Isso acontece quando a cor original não é tão diferente das demais, deixando o ambiente coberto de tons semelhantes. Fica lindo, não fica?

Projeto: Viviane Gobbato | Foto: Mariana Orsi
Cor: Baile de Máscaras
Projeto: Elaine Gonzalez | Foto: Kelly Paciulo
Cor: Algodão Egípcio

“Em algum momento gosto de valorizar um determinado espaço da casa usando uma única cor para paredes e portas, às vezes até mesmo o teto, criando uma unidade visual para o ambiente que se destaca dos demais, e o resultado pode ser surpreendente.” diz a arquiteta Viviane Gobatto.

Gostou das nossas dicas? Dentro de tudo que falamos, o que a gente mais gosta é que você pode trazer sua personalidade para o seu espaço. Essa é a graça de decorar, né? Quando escolhemos uma cor, ou duas, e combinamos possibilidades, deixamos nos levar pela criatividade e colocamos a nossa cara em cada canto da nossa casa. Afinal, “estar em casa” tem que ser prazeroso - tanto para nós quanto para nossas visitas.

Glossário:

Cores primárias – vermelho, amarelo e azul, também chamadas de cores puras.

Cores secundárias – mistura de duas cores primárias, originando o verde, o roxo e o laranja.

Cores terciárias – mistura de uma cor prímária com uma ou duas cores terciárias, ou seja, as cores terciárias são todas as outras cores.

Combinação monocromática – variações de tonalidades dentro da mesma cor.

Combinação análoga – uma cor primária compondo com duas cores vizinhas.

Combinação complementar – duas cores opostas do círculo.

Combinação tríade – combinação de três cores com a mesma distância entre si.


Elaine Gonzalez
(ummarquitetura.com.br)

está à frente do escritório Umm Arquitetura . Hoje assina a coluna Pequenos espaços, Grandes ideias no site da Casa Claudia . E faz parte do seleto grupo de especialistas no programa É de Casa da Rede Globo.

Viviane Gobbato
(www.vivianegobbato.com.br)

trabalhou em escritórios renomados, como Fernanda Marques Arquitetos Associados e Ana Maria Vieira Santos. Formada em Arquitetura e Urbanismo pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), abriu seu próprio escrítorio no bairro do Jardins em SP.


Produtos e Cores relacionadas ao texto

Você pode recuperar a sua senha em poucos passos.

Digite o e-mail cadastrado e logo, logo você receberá nossas instruções para cadastrar uma nova senha.

Cadastro

Eu li e concordo com os
Termos de Uso & Política de Privacidade