O futuro das cores pós pandemia

O futuro das cores pós pandemia

Na última live #SuvinilNaSuaCasa, Michell Lott convidou Lili Tedde para conversar sobre as tendências para o futuro pós Covid-19 e as cores que estão por vir. Lili é representante de Lidewij Edelkoort no Brasil e especialista no mundo da arte.

A visão de Lili Tedde.

De acordo com Lott, o olhar de Tedde é otimista e muito próximo da natureza. Em seu livro, Bloom – A Terra Chama, ela retrata temas importantes que estão sendo discutidos por conta da situação atual. “Com o coronavírus e a quarentena, os assuntos retratados pela Lili em seu livro foram acelerados”, comenta Michell. Lili confirma e acrescenta: “É impressionante como os temas que nós falávamos muito, até de maneira maçante, se tornaram evidentes tão rapidamente”.

Para ela, não existe ser humano no mundo que não esteja refletindo sobre o interno e o externo: “Estamos cada vez mais procurando ressignificado, buscando uma reflexão sobre quem somos, quais são os nossos valores e como será depois. É um momento de reavaliação completa”.

Futuro das cores.

O design tem uma preocupação muito grande com a sustentabilidade e o trabalho colaborativo. Agora, temos uma oportunidade de nos reconectar com a natureza e mudar nossa relação com o planeta.

Esse mesmo pensamento de reconexão com a natureza inspirou a paleta Repenso, das cores do Suvinil Revela, que traz tons naturais e texturas imperfeitas que nos aproximam das nossas origens. “Agora, é o momento para repensar o que estamos fazendo e consumindo. Precisamos ser mais sustentáveis e naturais. Seguindo esse caminho, estamos chegando em cores mais dessaturadas e terrosas”, comenta Lott sobre a paleta.

Sua descrição lembra a cor Hena que, com seu tom de terra avermelhada, nos faz voltar ao natural.

De acordo com Lili, o caminho segue em direção ao orgânico, pois cada vez mais jovens artistas buscam tintura natural, que tira o pigmento da natureza, e faz com que as cores sejam mais esmaecidas e suaves.

“O preto está fugindo da paleta de cores. Agora, estamos indo para o branco pela sensação de pureza e naturalidade”, relata Lili. A paleta Repenso também busca essa pureza com tons como Chão Batido.

Além disso, cores que evocam a simplicidade da natureza são mais procuradas no momento atual. “Esses tons trazem muito conforto. Nós precisamos procurar aconchego na nossa casa, então queremos cores que nos oferecem esse sossego”, finaliza Lili, que enxerga esse momento como um tempo para a Terra descansar e renovar.

Para ela, o mundo pede por isso e cabe a nós escutá-lo: “O ser humano e o planeta são os essenciais agora”.

Ficou inspirado com essa conversa incrível entre Michell Lott e Lili Tedde? Toda semana, reunimos pessoas do mundo da arte e da decoração para debater temas importantes no nosso Instagram @tintas_suvinil.

Se quiser saber mais sobre o trabalho da Lili, é só acessar @bloombrasil.mag.

Produtos e Cores relacionadas ao texto

Você pode recuperar a sua senha em poucos passos.

Digite o e-mail cadastrado e logo, logo você receberá nossas instruções para cadastrar uma nova senha.

Cadastro

Eu li e concordo com os
Termos de Uso & Política de Privacidade