1990 

1990

SUVINIL 50 ANOS

Em 50 anos, a Suvinil construiu sua história. Conquistamos seu respeito através de nosso empenho em oferecer produtos de qualidade. Por isso, a Suvinil é hoje uma marca de personalidade única no mercado, reconhecida no Brasil.

No começo da década de 90, com a abertura do Cone Sul, a unidade de tintas da BASF iniciou planos para conquistar a região com a marca Suvinil, que logo se fez presente na Argentina, no Paraguai e no Uruguai. No Brasil, a tecnologia das máquinas tintométricas, já usadas para a repintura de automóveis, chegava em 1994 aos balcões das lojas de tintas decorativas.

A BASF não tardou a lançar seu equipamento, batizado de Sistema SelfColor. Sobre o lançamento, Paulo Roberto Rocha Almeida, proprietário da Mafesa, de Porto Alegre, afirma: 'Foi a Suvinil quem impulsionou o consumo de tintas produzidas por essas máquinas.'

Em 1995, a Suvinil voltou aos estádios de futebol, desta vez no memorável patrocínio à equipe do Corinthians, que se tornaria campeã do Torneio Paulista naquele ano.

VIRADA NO JOGO

A segunda metade da década de 90, notabilizou-se pelos efeitos positivos do Plano Real sobre a economia.

No rastro da queda da inflação e da estabilidade da moeda, o consumo de tintas ganhava novo impulso. Porém, o outro lado da moeda também era visível através da maior competitividade do mercado, que assistiu ao ingresso de novos fabricantes e ao surgimento das tintas 'econômicas'. A partir desse momento, já não bastava à Suvinil ser líder de segmento ou ser reconhecida como sinônimo de qualidade. Era preciso mais - os novos tempos demandavam agilidade, agressividade e ousadia.

A BASF iniciou então um bem-sucedido plano, que compreendia o aumento de seu portfólio de produtos, a adoção de uma estratégia de marketing mais agressiva e a criação de um eficaz projeto de relacionamento com os clientes. 'Esse foi um momento marcante na história da Suvinil', comenta Douglas Henrique Orlando, proprietário da Casa São Paulo, que há mais de 30 anos é cliente da marca. 'A Suvinil tornou-se incomparavelmente melhor - os investimentos em marketing foram maiores, a relação com os clientes se aprimorou', diz Antonio Carlos de Pinho, da Pinholac, estabelecimento com 50 anos de idade e cliente Suvinil desde o início da marca, concorda: 'A Suvinil sempre foi uma parceira marcante, mas indiscutivelmente hoje é a melhor.'

Ainda como parte da estratégia de relacionamento, em outubro de 1996, foi lançada a revista Suvinil Express, de 20 páginas e 28 mil exemplares. De abrangência nacional, é distribuída gratuitamente aos clientes Suvinil, pintores, decoradores, arquitetos e consumidores.

MARCA REJUVENESCIDA

Tintas Suvinil Suvinil

Mas não bastava ter um marketing agressivo e uma nova maneira de se relacionar com os clientes. A virada precisava ir mais longe, chegar à alma da marca.

Assim, ao completar 37 anos de idade, em 1998, a Suvinil foi submetida a um lifting rejuvenescedor, para que sua imagem correspondesse à revolução tecnológica de seus produtos.

Desse modo, a nova identidade corporativa foi redesenhada agregando ao nome Suvinil a idéia de modernidade, movimento, inovação e emoção. Um S dourado foi acrescentado ao logotipo, conferindo mais nobreza aos atributos da marca. As embalagens também foram renovadas e passaram a trazer todas as informações que o consumidor pedia, como a maneira de aplicar e os benefícios do produto.

A remodelação atingiu igualmente o layout das lojas de tintas. A BASF desenvolveu um projeto de merchandising que mexeu para sempre com a aparência dos estabelecimentos. Eles deixaram de se parecer com depósitos de latas para se parecerem com butiques atraentes e organizadas.

Por meio de um manual que sua equipe tem na mão e na ponta da língua, a empresa orientou os lojistas na correta exposição de produtos e como fazer uma boa sinalização.

Estimulou a reforma das fachadas das lojas e investiu em vistosos cartazes e banners para decorar o ponto-de-venda.

O resultado de toda essa estratégia pode ser avaliado pela declaração de Paulo Roberto Rocha Almeida, proprietário da rede Mafesa, de Porto Alegre, revendedor exclusivo Suvinil desde que entrou no negócio, em 1995. 'Acredito que uma das razões do nosso crescimento (quatro lojas em seis anos) resida nessas ações da empresa e no relacionamento raro, de total confiança, que temos com ela', afirma.

AMPLIAÇÃO DE PORTFÓLIO

A partir de 1997, a Suvinil deu início à diversificação da produção lançando um novo produto a cada ano.

Já não era suficiente possuir as melhores tintas do mercado - era preciso atender às novas necessidades de consumo. Deste modo, surgiram naquele ano as tintas Fachada e Gold.

A primeira revolucionou o mercado com suas características de flexibilidade, que permite acompanhar as contrações e dilatações das paredes, tornando-as impermeáveis e resistentes a infiltrações causadas por pequenas fissuras e trincas. Foram necessários cinco anos em pesquisas para chegar a esse resultado.

João Alves de Souza, proprietário da Colormat, de Porto Alegre, recorda a campanha de lançamento de Fachada: 'Foi uma das melhores já realizadas pela Suvinil.' Já o lançamento da Gold, uma tinta premium, 100% acrílica, atendeu a um mercado sofisticado. Seu requintado acabamento acetinado recebeu uma cartela de doze cores exclusivas, assinada pelo renomado arquiteto Roberto Migoto.